A Enteada Curiosa

Amigos, a vida é cheia de surpresas! Conheci a Monica ha algum tempo por conta do trabalho, de cara rolou uma quimica, mas eu casado, ela deparada ha pouco tempo, a coisa foi caminhando devagar até que as chuvas do começo do ano ajudaram, saimos juntos da empresa e era o meu dia de ser o motorista da galera, mas como saimos tarde a galera ja tinha ido embora, saimos da empresa e logo estavamos num engarrafamento monstro por conta dos alagamentos, consegui sair e entrar numa rua mais tranquila, paramos, conversamos,e logo achamos um motel, ela é deliciosa, coxas grossas, seios fartos e muito gulosa, parecia que ha anos não era comida, e caprichei, chupei ela por um bom tempo, apenas para amolocer, e logo montei naquele rabão e meti forte. Transamos sempre que dava uma

 

 

Sexshop

brecha, normalmente na hora do almoço, e graças a mudança do turno do trabalho da minha mulher no hospital, consegui visitar minha amante a noite, foi onde conheci a Vanessa, sua filha, uma moça linda, magrinha, seios médios, bumbum redondo, e também ficamos amigos rapido, tanto que quando estava la ela saia e dizia: aproveitem pq fico uma hora fora, e voce tem casa pra voltar! Riamos e comia Monica na sala, na cozinha, no banheiro, até no quintal enquanto ela lavava roupa comi sua buceta inchada, mas numa noite percebi a Vanessa nos olhando, ela tinha voltado e não fez barulho, meti mais forte pra arrancar gemidos da mãe, e quando ela gozou abafando os sons com a mão vi seus olhos brilharem! Dias depois cheguei e ela não estava, Vanessa me recebeu pedindo para esperar a mãe que tinha tido um contratempo, e decidi falar, vc nos viu transando? ela sorriu sem graça e contou que o

 

 

namorado era diferente, perguntei como, e ela disse: voce come a sua mulher na sua casa, vem aqui acaba com aminha mãe e acho que tem mais alguma por ai, ele nem me faz gozar, eu ri a disse: arrume alguem que te faça! Ela corou, cheguei bem perto, peguei na cintura dela e a beijei, ela tentou esquivar mas os bicos dos seios denunciavam a excitação, tirei a blusa e chupei com carinho cada um dos seios, logo desci sua bermuda e sua calicinha junto, a coloquei no sofá e me deparei com uma bucetinha rosada, bem pequena, e deliciosa, fiz a menina gozar em minutos, e continuei, logo ela gemia abafado como a mãe, e pediu: tio, mete em mim, preciso gozar no seu pau! nem pensei, tirei da calça, posicionei e fui entrando, ela tentou fugir, mas com carinho entrou tudo, ela gemia e choramingava, mas fui metendo e logo a putinha apareceu, me olhava com furia e levou rola por 10 minutos nesta posição, e

 

agarrando meus braços gozou, como ha muito não via, ela tremia toda, e foi acalmando até apagar, meti mais um pouco e tirei, ela me olhando com uma cara de anjo, foi com a mão e me puxou, meteu a cabeça na boca e foi lambendo e punhetando, até que não aguentei e gozei muito no seu rosto, ela cuspiu o que caiu na boca e rimos. Ela correu para se limpar, abriu a casa e logo a mãe chegou, comi a mãe na sala sob protesto, mas ela percebeu que havia algo diferente, e como toda boa amante, contei para ela, que a principio ficou chateada, mas logo entendeu que o fato de trazer um homem casado e safado para dentro de casa era complicado. Chamamos a Vanessa dias depois para conversar e tudo se acertou, como as duas, ainda separadas, mas quando pegar as duas na mesma cama conto pra voces!!!!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.