Acabei comendo o coroa

Eu tinha um amigo que a família dele tinha um sítio onde era o ambiente perfeito para tudo que eu gostava.. Trilha, Cachoeira, mato e possibilidade de muita putaria.. Já que eu sempre fiquei de olho na priminha dele a Mirela..

Mirela é uma delícia.. Estilo ninfeta sem muito corpo mas bem empinadinha…

No Carnaval ele me chamou pra ir junto pro sítio.. e eu na hora topei é claro.

Como o carro dele estava lotado e na época eu não era habilitado, ele disse que tinha vaga no carro do tio Jonas (pai da Mirela)..

Sexshop

Tudo estava correndo melhor do que eu esperava.. Pois numa viagem loga quem sabe eu não poderia tentar uma gracinha..

Embora o seu Jonas era muito sério e brabo eu sabia como contornar as coisas.

Mas tudo veio por água a baixo quando vi que Mirela e sua mãe haviam ido na frente com outras mulheres pra preparar a casa..

Então só eu e o coroa chato numa viagem por mais de 10 horas..

Tentei puxar conversa umas três vezes mas ele sempre com respostas até mesmo rispidas e curtas cortava a conversa..

Aguentei firme… e quando chegamos na estrada de terra caiu uma chuva muito forte e era loucura continuar.. Eu adorava aquilo pois sempre gostei de aventura.. Então depois de passar com o carro por um alagamento no meio do nada o carro não quis mais funcionar..

Não havia sinal de celular, nada por perto nem ninguém pra pedir ajuda..

O jeito foi usar o resto de bateria do celular para iluminar o motor pra ele tentar consertar..

Sem sucesso e ele exausto eu decidi armar a barraca que eu havia levado para descansar um pouco..

Ele tava muito cansado pois tinha passado o dia inteiro tentando consertar o motor.

Devido a quantidade de mosquito ele aceitou entrar na barraca para descansar também.

Acho que ele estranhou o fato de eu estar nu pois eu tinha tirado a roupa molhada da chuva e tava procurando um short para ficar a vontade.

O coroa entrou na barraca falando sobre alguma coisa do motor ter queimado mas parou de falar quando viu meu pau que é bem grandinho e grosso.

Depois de um tempo achei um samba-canção bem folgado e falei pra ele trocar de roupa também.. Mas como a bolsa dele tava toda molhada q tinha entrado água no bagageiro ele disse que ia ficar com aquela roupa mesmo… Eu insisti pois ia fazer mal até que o convenci a ficar de cueca..

Ele tava de cueca branca meio pequena pra bunda dele que era meio avantajada e a cueca ficava entrando igual bunda de mulher.

Não tinha mais nada a fazer a não ser esperar ficar claro novamente e tentar buscar Socorro quando a estrada estivesse melhor também..

Ele depois de ter estendido a roupa molhada abaixou para entrar na barraca e deu um jeito na coluna… Ele alem de cansado estava meio torto com dor nas costas..

Ofereci uma massagem e ele achou que eu tava zoando.. Daí falei que era sério pois eu tenho um curso de massagem e poderia ajudar..

Meio relutante mas aceitou, então perguntei se ele não tinha nenhum creme pois ficaria mais fácil.

Ele então disse que não usava essas coisas mas perguntou se servia um óleo corporal que usava para evitar assaduras pois tinha as pernas grossas…

Eu falei que era melhor até.. Então ele deitou de bruços meio desconfiado e bastante tenso, eu espalhe bem o óleo em suas costas e fui relaxando músculo por musculo dele com as mãos.. Na parte de seus ombros abaixei na frente dele e fui massageando os ombros bem forte pois ele mesmo coroa era bem forte e musculoso meio parrudo…

Foi nesse momento que percebi que minha rola estava saindo pelo buraco da perna devido a posição que eu estavae perto do rosto dele que olhava fixamente.

Aquilo foi me dando tesão e começou a dar vontade de pegar naquela bunda grande engolindo parte da cueca.. Então fui continuando a massagem sem pressa, até chegar próximo de sua bunda.. Meu pau sempre saindo um pouquinho pra fora e chegando perto dele.. Mas não queria arriscar encostar..

Então saí daquela posição e fui pro lado dele.. Pulei então pra pernas dele falando que deviam estar doendo também ele concordou sem falar nada.. Massageei as suas coxas ficando atrás dele passando a mão na parte interna de suas pernas.. deixando ele bem arrepiado.. Fui arriscando mais encostando a mão de vez em quando em seu saco por cima da cueca e subindo na berada da bunda..

Nesse momento meu pau já estava como pedra e queria ir mais longe.. Então passei a masagear sua bunda com vontade por cima da cueca mesmo.. Nisso com ele calado só ouvia suspiros e arrepios na pele dele.. Tava entregue..

Então decidi puxar a cueca dele já molhada de óleo dizendo que precisava massagear aquela bunda.. Ele apenas concordou empinando o corpo e me ajudando a tirar a cueca dele.. Então me revelou uma rabo lindo e delicioso..

O cuzinho apareceu quando levantou a bunda pra cueca sair..

O saco bem melecado de óleo, a rola de um tamanho normal porém bem grossa e bem dura.. O pelo bem aparado e clarinho pois ele era meio loiro..

Recomecei a massagem pegando com vontade em sua bunda e levando a mão aos poucos próximo ao cuzinho.. Provocando bastante.. Levava a mão na perna próximo no saco e comecei a passar de leve a mão no saco e em volta do cuzinho alisando e lambuzando as pregas de óleo..

Ele já de olhos fechados só respirando forte.. Decidi então massagear o cuzinho dele de outro jeito.. Coloquei a rola pra fora e com a cabeça bem melada comecei a passar no cuzinho dele..

Ele gemia baixinho e piscava a todo tempo o cuzinho..

Então joguei um pouco mais de óleo e dava umas empurradinhas.. Mas não entrava.. Falei pra ele apenas relaxar..

Ele obedeceu e igual uma putinha!

Apenas empinou a bundinha e a cabeça foi entrando a cada piscada de cu..

Com a cabeça dentro ele soltou um gemido e foi rebolando até entrar tudo..

Que cuzinho gostoso.. Meu pau estava todo agasalhado naquela bunda carnuda com o buraquinho quente e apertado e uns gemidos bem baixinho saía da boca dele..

Esperei ele acostumar o rabo com a rola e comeceu o vai e vem bem devagar…

Que delícia de metida, a cada socada de rola via ele virar o olhinho e pedindo mais rola com cara de que tá adorando..

Puxei e lado e meti gostoso de ladinho com ele estilo namoradinha..

Peguei na rola dele toda melada e dura e comeceu a bater uma punheta de leve enquanto enrabava ele..

Aí ela já gemia gostoso e alto.. Foi quando vi que ele ia gozar acelerei a metida e larguei uns 5 jatos de porra bem quente no cu dele e em seguida ele também gozou quase que junto e bem forte urrando de prazer..

Ele foi se recompondo e eu meio ofegante no cangote dele fui tirando devagar o pau já meio mole do cuzinho dele..

Me lavei e dei a garrafa pra ele se limpar também..

Ele meio sem graça com que tinha acabado de acontecer se limpou mas estava calado..

Eu fui tranquilizá-lo dizendo pra não se preocupar que era algo natural sentir prazer e que ficaria entre a gente o assunto.. Ele concordou aliviado então eu falei: que delícia de bunda ele tinha e que era um desperdício não dar..

Ele explicou a questão de ser pai de família e tal.. Mas o tranquilizei novamente mostrando meu pau e falei que eu tava ali pra isso pra comer ele a hora que ele quisesse.. Ele riu com cara de safado olhando pro meu pau.

Então levantei e balancei o pau perto da cara dele e peguei e bati no rosto deledo lado.. Ele riu com safadeza e foi abrindo a boca. E segurando meu pau começo a chupar com gosto..

E com extrema rapidez meu pau estava duro feito pedra na boca dele.. Ele não sabia muito como mamar mas parecia um bezerro com sede.. Chupava lambia punhetava com uma vontade deliciosa.. Foi pegando o jeito e conforme punhetava e chupava com mais velocidade eu só delirava e senti que ia gozar novamente.. Não avisei e enchi a boca dele de leite que com a mesma voracidade engoliu tudo.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.