Existe um jeito tão mais gostoso de você gozar

Dimas estava sozinho na casa em que morava, num condomínio fora da cidade. Ele morava com os pais, que, naquele momento, estavam trabalhando, na cidade e só voltariam à noite. Geralmente ele saía com um deles, ficava na faculdade e voltava sozinho depois de almoçar no restaurante universitário. Era período de férias, daí ele estar, de manhã, refestelado na sala e vendo um vídeo pornô que pegara na locadora. Sem os pais saberem, lógico… ficariam furiosos se soubessem!
Filmes pornôs costumam excitar os jovens e com ele não foi diferente. E como estava sozinho, tirou a roupa toda, e ficou masturbando-se suavemente enquanto via as cenas que apareciam na televisão. Nem percebeu que uma colega sua, que morava no mesmo condomínio, chegava e entrava pelo jardim. Ela tinha pensado que ele estaria na piscina e passou por ali, sem bater a campainha. Só que ela viu o que ele estava fazendo, porque a parede da sala para o jardim era de vidro! Ficou admirada de ver o colega nu, nunca tinha visto. E gostou do que viu. O pau dele já estava na dureza máxima e ela percebeu que logo ele gozaria. Achou um desperdício total!
Saiu dali, foi até a porta que dava para a piscina, encontrou-a aberta e entrou na casa, dirigindo-se à sala.
Dimas levou um susto ao ver Celeste aparecer na sua frente. De shortinho e blusa transparente, estava linda! Nem se lembrou que estava pelado, com o pau na mão, endurecido e quase gozando. Ficou estático.
– Celeste, o que você está fazendo aqui?
– Vim para nadarmos um pouco, mas vi o que você estava fazendo e resolvi entrar para te dizer só uma coisa: existe um jeito tão mais gostoso de você gozar…
A ficha caiu na hora para Dimas.
– É mesmo? Quer me ensinar que jeito é esse?
– Claro que quero.
E ela foi ajoelhando entre as pernas dele, tirou a mão dele do pau e ela é que passou a segurar, e depois de ter feito um reconhecimento manual do instrumento, enfiou-o na boca e passou a fazer um boquete que fez Dimas gemer mais do que os artistas do vídeo que ele estava vendo.
Depois ela se levantou, tirou o short e a calcinha e ajoelhou-se no sofá. Dimas entendeu, também se levantou e chegou por trás dela, segurou-lhe a bunda, beijou-a e foi enfiando o pau, já todo melado pelo boquete, e começou a socar a xotinha dela. Ela também gemia bastante, abafando os sons da TV.
Ela comandava a situação. Levantou-se, fez Dimas sentar-se e sentou-se no pau dele, cavalgando bastante, até conseguir seu gozo.
Feito isso, voltou à posição original, ajoelhada entre as pernas dele e chupou-lhe o pau novamente, até ele gozar em sua boca. Sorrindo, ela engoliu tudo.
– O que você achou desse meu jeito de gozar?
– Fantástico! Podemos repetir isso, não acha?
– Todo dia, toda hora… eu adoro!
Vestiu a calcinha, o shortinho e saiu. De tarde, ela voltou e eles praticaram novamente a deliciosa arte de gozar.
Nem preciso contar que aquelas foram as melhores férias para os dois. Todos os dias da semana, excetuando-se sábados e domingos, eles transaram, de manhã e de tarde. Todos os dias!

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.