Fui Puta Por Mais Uma Noite

Depois que me marido me levou naquele night club na praça Rossevelt e eu acabei transando com um desconhecido, começamos a tomar gosto por essas aventuras. Na semana passada ele me levou a uma outra boate especializada em sexo explicito no centro da cidade. Essa boate é bastante freqüentada por casais normais como a gente, e não somente por homens em busca de prostitutas. Sentamos bem próximos ao palco e pedimos whisky de novo. Pra variar eu estava muito excitada com aquele ambiente e com aqueles homens nus no palco.
Mas um deles me chamaou a atenção em especial. Um moreno alto, corpo forte e um pau enorme que eu nunca tinha visto. Fiquei impressionada e minha bucetinha até se contraia ao imaginar levando uma vara daquela. Nessa altura eu estava molhadinha.
O cara pegava a mulher e colocava aquela pica dentro da boquinha dela que fazia um esforço enorme pra engolir. Depois colocava no meio de suas coxas e ficava raspando na xaninha depiladinha dela. Eu estava transtornada de tesão nessa altura. Por debaixo da mesa comecei a apertar o pau do meu marido por cima da calça e vi que ele também estava muito duro.
Depois do show desse cara eu já estava em ponto de bala, tudo que eu queria era um pau na minha buceta. Disse para meu marido que queria foder gostoso e ele então sugeriu que fossemos embora.
Quanda estávamos saindo da boate encontramos o pintudo na porta. Gelei. Olhei para meu marido com carinha de pidona e parece que ele entendeu o que eu queria dizer e convidou o cara para sair conosco.
Nossa, eu estava muito excitada. Nem fiquei envergonhada com o convite e nem tampouco por estar saindo com um garoto de programa daquela boate. Eu realmente estava muito excitada.
No caminho para o motel falamos banalidades tipo quantas vezes ele transava por noite e como ele agüentava tanto. Ele respondia que era um profissional e que não gozava enquanto não terminassem os shows.
Asssim que chegamos no quarto tudo que eu queria era aquele pau maravilhoso e ele me deu.
Me despiu todinha e deu seu enorme membro para eu me divertir.
Chupei, mamei, lambi, fiz tudo que estava com vontade enquanto meu marido sentado na cama observava e se masturbava.
Fui por cima do cara num 69 maravilhoso e ele chupou gostoso minha xaninha encharcada e pulsante e quase me fez gozar. Mas eu queria sentir aquela vara dentro de mim e me virei ainda sobre ele, pedi uma camisinha pro meu amrido e coloquei nele. Ficou tão esticada que nem parecia que ele usava camisinha e sentei.
Minha nossa, foi um delírio. Sentia minha bucetinha se esticando toda para permitir aquela tora entrar todinha. Comecei a cavalgar aquela pica enquanto ele alisava meus peitinhos duros.
Me abaixei sobre ele pra ele chupar meus peitinho e foi a vez dele estocar o pau na minha buceta.
Não demorei 5 minutos pra explodir num gozo alucinante. Fantástico. Gemendo e falando:
– Que delicia de cacetemete tudo meu jumentoassim
Ele continuava estocando a tora na minha buceta e eu gemendo:
– Isso cachorrome fodeassimuuuiiiiiiiiiiiiiiiiii
Nessa altura senti algo quente esguichando em minhas costas, olhei para trás e vi meu marido se acabando numa punheta olhando aquela vara enorme fodendo minha xaninha.
O cara então tirou bem devagar seu cacete da minha buceta, ainda muito duro porque ele não tinha gozado e pediu para comer meu cuzinho.
Fiquei com muito medo dele me arregaçar todinha e falei pro meu marido que estava todo acabado na cadeira em frente a cama:
– Ele quer foder meu cuzinho amor, vc deixa?
– Se vc quiser minha princesa, deixa ele colocar. Quer que eu peça um lubrificante?
– Quero amorpede
Enquanto a gente aguardava o lubrificante o cara pediu pra eu continuar acariciando seu cacete ainda de camisinha pra não amolecer e foi o que eu fiz.
Quando o KY chegou eu mesma lambuzei aquele cacetão por cima da camisinha e então ele disse que meu marido devia lubrificar e preparar meu cuzinho pra ele.
– Amor, vem passar o gel no meu rabinho pra ele me fodervem amor……
Fiquei de quatro e meu marido começou a lambuzar meu cuzinho delicadamente e então o cara pediu pra ele:
– Agora abre bem as nadegas de sua esposa pra eu colocar meu pau nesse cuzinho delicioso…….
Meu marido então abriu bem meu reguinho e viu bem de perto aquela tora enorme começar a me rasgar todinha.
Gritei muito, gemi feito cadelinha, mas não pedi pra ele parar. Aguentei toda aquela vara enorme atolando no meu rabinho até entir seus pelos na minha bunda.
Nessa altura meu marido se entou novamente e o cara socou forte no meu cú.
– Devagar seu cavalota me rasgando todaaaiiiiidevagar
De nada adiantava minhas suplicas porque ele fodia com vigor segurando meu quadril. Vi estrelinhas o tempo todo mas acabei gozando muito gostoso naquele pauzão.
Quando ele tirou seu pau de dentro do meu rabinho, alem da camisinha encharcada de gel, tinha muito sangue também. Ele simplesmente arregaçou minhas preguinhas.
Meu marido me levou para o chuveiro e deixou a água quente escorrendo um tempão no meu rabinho.
Eu passava o dedo e sentia um buraco aberto no meu cuzinho.
Beijei meu marido e agradeci pela aventura, mas disse que estava exausta e queria ir embora.
Quando estávamos quase chegando de volta a boate que o cara ia ficar ele me lembrou que não tinha gozado e que não tinha mais shows pra fazer, e perguntou se eu faria ele gozar com um boquete.
Meu marido permitiu e fui para o banco de trás, ele tirou seu cacetão pra fora da calça e eu mamei até beber litros de porra represada naquela vara maravilhosa.
Só espero me acostumar de novo com o pau do meu marido pra conseguir gozar gostoso.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.