Minha sogra cachorra

Primeiramente preciso dar um pouco de contexto pra vocês entenderem como são as coisas por aqui. Sempre me dei bem com a família da minha namorada, minha sogra é uma coroa de 50 anos que ja sofre com os efeitos da idade no corpo, porém, ainda dá um caldo. Meu sogro leva chifre e todo mundo sabe disso mas finge que não sabe, afinal ele também bota chifre nela e chifre trocado não dói. Durante as nossas bebedeiras sempre acabamos em alguma história de putaria de alguma “amiga” da minha sogra, ela conta como se fosse histórias de amigas, mas todo mundo já ta ligado que as histórias são dela. É tanta história depravada que todo mundo fica com tesão, as melhores fodas que já tive com minha namorada foi depois de uma das histórias que minha sogra conta.

Dito isso, vamos ao relato, que começa no início de dezembro quando eu descobri que minha namorada me chifrou, brigamos e depois dela insistir muito acabei perdoando, o mês passou rápido, nos encontramos pouco por causa do horário do trabalho dela que não bate com o meu, ela é plantonista em um hospital aqui da cidade.

No dia do natal minha namorada trabalhou o dia todo e combinamos que eu iria pra casa dela esperar ela chegar pra sairmos depois, ela sai do trabalho as 19h e costuma chegar em casa por volta das 20h, cheguei na casa dela as 19h30, minha sogra estava com o som alto já meio bêbada dançando sozinha na sala, sabe aquele shortinho beira cu com uma blusa solta e um top por baixo que a mulherada usa em casa pra fazer faxina? Era essa a roupa que ela tava usando, não tem macho que resista a uma fêmia com a polpa da bunda a mostra, meu pau começou a ficar duro, sentei no sofá e coloquei uma almofada no colo pra disfarçar.

Ela desligou a musica e sentou do meu lado, ainda não tínhamos conversado sobre o chifre que a filha dela me botou, pois o mês foi corrido e não tive tempo de passar lá e ela foi direto nesse assunto.

Sexshop

– Ta tudo bem entre você e a bruna?
– Mais ou menos.
– É complicado, mas não fique pensando nisso não, é natal, o ano foi difícil, mesmo que ela não esteja merecendo, você merece comemorar
– Pois é, nem estou pensando nisso, só quero curtir a noite
– Assim que se fala, leva ela pro motel e passa a noite comendo o cu dela kkkkk
– Opá, bem que eu queria kkkkk
– Sabia, todo homem gosta de comer cu, já conversei com ela. fez merda, agora ela tem que consertar, pode ficar tranquilo que se ela puxou a mãe, hoje você vai levar uma surra de cu que nunca mais vai esquecer.

Meu pau ficou duro que nem pedra, até tava empolgado de saber que ia comer o cu da minha namorada, mas a conversa é que tava me deixando excitado, já tava pensando com a cabeça de baixo doido pra comer minha sogra.

– Cadê o sr. Paulo? (meu sogro)
– Deve ta por ai comendo alguma quenga.
– E a senhora não liga?
– Eu mesma não, meu filho, já passei da idade de me preocupar com essas coisas, é ele comendo buceta lá e eu comendo rola aqui e ninguém enche o saco de ninguém.
– E já tem algum esquema pra hoje?
– Ainda não tenho nada fechado, tô aceitando propostas.
– Se eu não tivesse namorada, fechava negocio agora.
– Que besteira, já sentei em tanto casado que você nem imagina
– Eita, falando assim eu fico doido.
– Deixa eu ver se ta doido mesmo. Ela falou colocando a mão no meu pau por baixo da almofada
– Se você não contar eu não conto. Falei tirando a almofada.

Ela abaixou, abril meu ziper e começou um boquete delicioso, eu só relaxei e aproveitei, a cachorra chupava muito gostoso, me contorci todo e quando falei que ia gozar ela parou.

– Goza não bebê, tua namorada já deve ta chegando, guarda pra ela, outro dia a gente conversa mais a vontade. Ela falou isso, me deu um puta beijo de língua gostoso pra caralho e foi tomar banho, quase levantei pra ir atrás mas realmente minha namorada já ia chegar, por isso me segurei.

Naquela noite eu levei minha namorada pro motel, e só comi o cu dela a noite toda, estourei o cu dela, gozei duas vezes dentro e depois fiz ela gozar chupando a buceta, tudo isso pensando na cachorra da minha sogra que não saiu da minha cabeça a noite toda. De manhã deixei minha namorada em casa e minha sogra tava de saida, ofereci uma carona mas ela recusou.

Fui pra casa pensando que ela tinha se arrependido da noite anterior e no caminho recebo uma msg dela.

– Dormi bem bebê, quando tiver bem descansado a gente conversa.

Ainda respondi a msg mas ela não me respondeu mais e na correria de final de ano não conversamos mais, até a noite de réveillon.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.