Sendo Puta Em São Paulo

Depois de muito tempo volto a escrever, e contanto as minhas fantasias pra vocês.
Como sabem meu nome é Vivinha e adoro me exibir, um dia desses estava em São Paulo para uma reunião de trabalho, depois de um dia cansativo, eu cheguei no hotel e me preparei para o banho tirei a roupa sem me preocupar em fechar as janelas, tomei um longo banho e relaxei e deitei na cama, adoro dormir nua, fiquei um tempo descansando quando percebo alguém me espionando olho e vejo as janelas abertas, e os prédios do outro lado da Av Ibirapuera. enxergavam o meu quarto e vi três homens me olhando nua cama, eu que adoro isso e sou safada por natureza adorei aquilo, e me virei em direção a janela, e mostrando melhor minha bunda e buceta, e fiz mais, fingindo não perceber, eu rebolava e balançava a bunda, esfregava o grelo na cama, como se tivesse masturbando, eles estavam filmando com o celular adorei, fiquei um tempo nessa brincadeira.Depois eu senti fome me levantei pra comer alguma coisa, coloquei um vestido curto e nem preocupei em vestir calcinha e sutiã.
Ao caminhar na Av. fui cercada por uns policiais, eu me assustei com eles e fiquei sem entender.
Por favor senhora poderia nos acompanhar, pode ficar tranquila não faremos nada demais.
Nos estávamos no apartamento em frente ao hotel que a senhora estava hospedada e a observando em cenas bem indecentes, e queríamos saber quem qual é o seu nome e ver os seus documentos.
Confesso que fiquei constrangida com a fala deles e acabei os seguindo para uma rua escura,sem casas em que uma caminhonete estava estacionada e três moradores de rua, estavam deitados.
Eu então mostrei meus documentos, eles examinaram, eles olharam anotaram os dados.
Depois o mais sério parecia o Tenente,um homem muito bonito, alto, forte, me disse que iria me revistar, alias eles são todos lindos.
Eu fiquei indignada, disse que eles não poderia me revistar porque eles eram os homens.
O Capitão me pegou forte mr virou pra parede e começou a me revistar, os outros dois seguravam meus braços, passou a mão delicadamente sobre o meu corpo, passou pelo ombros, chegou no seios, apertou com sobre o vestido, segurou os bicos e apertou com força, dei um gemido de dor.
Depois abaixou e começou pelas pernas, e nos joelhos, e começou a subir até chegar na bunda levantou todo vestido, como estava sem calcinha, ela ficou totalmente a mostra, e ela modestamente, é grande, linda, redonda, pelo olhar deles percebi que tinha sido aprovada.
Nossa sem calcinha sua putinha, que delicia de bunda.
Eu fiquei sem saber o que falar, só esperei pelo o que estava pra acontecer;
Então eles me pegaram pelo braço e me jogaram no chão da caminhonete, tiraram a minha roupa fiquei nua no meio daqueles homens.
Abriram minhas pernas, confesso que estava excitada com tudo aquilo, eles olharam minha buceta toda aberta pra eles e riram.
A puta está á toda molhada, vadia mesmo
Eu nem acreditava naquilo, sendo estuprada por policiais
O Tenente mais que depressa começou a chupar minha buceta os outros dois caíram de boca nos meus peitos que são enormes,mamavam feito loucos, pareciam bezerros famintos, chupavam, mordiam,chupavam sem parar, eu que amo dar de mama, fui nas alturas.
comecei a relaxar com aquilo e curtir toda aquela suruba, então o Tenente parou de me chupar e tirou o mastro enorme pra fora e mandou que eu chupasse, eu mas rápido enfiei tudo na boca chupando gostosamente e outros dois continuavam atacando meus peitos mas com as mãos na buceta e cuzinho.‪
Depois de chupar bastante o pau do Tenente ele saiu e abriu minhas pernas e enfiou com tudo, socando sem parar, e eu ali gemendo na mão daqueles policiais gostosos, ele foi até gozar saindo rapidamente dando lugar para o outro, e assim foi por diante, me usaram de todas as maneiras,meu cuzinho, buceta, boca,seios, fiquei de quatro, no colo, dupla penetração, no final estava cheia de porra, e cansada estava deitada naquele lugar escuro e estranho, nesse momento, olho para lado e vejo os moradores de rua olhando tudo aquilo, estava doidos pelo que percebi.
Quando o tenente, falou querem chupar a buceta dela e mamarem os peitos? eles logo caíram de boca nos peitos e na buceta, eu quis gritar, mas tamparam minha boca, e me seguravam, não acreditavam aqueles homens sujos, tocando meu corpo, nem se importaram de estar sujo e porra, chuparam e mamaram como se nunca tivessem feito isso na vida.
depois de cada uma meus seios buceta os policiais, os afastaram, eu me levantei, ajudaram a vestir minha roupa, os dois foram embora no carro, o o tenente me levou para o hotel, pra assegurar que não faria nada, eu estava bamba nem pensava nisso, subiu comigo para o quarto, me colocou no chuveiro e me ajudou a tomar banho, eu mal me aguentava em pé, depois que estava limpa, ele me comeu novamente, eu nem tinha forças pra reagir deixei ele fazer o queria, me disse que daquele dia em dia toda vez que eu viesse a sp eu teria que avisa-los, todos eles tem os meus dados, e tudo mais,fizeram videos meus e disse que me teria sempre quisesse, me deixou no dormir, no dia seguinte lá estava ele na minha saída do hotel, me acompanhou até o aeroporto.
Eu nunca mais tive sossego, um dia atendi um telefone era ele, me perguntando se estava tudo bem, fiquei pálida, depois um dia saí na rua da minha casa, eles estavam parado na porta dentro do carro,saíram de Sp para BH só para me ver, tive que ficar com eles, fizeram tudo comigo.
Ai virei a puta da PM de Sp, eu fico com quem eles mandam, te confesso que amo isso tudo, ficar com aqueles homens fortes.
Até qualquer dia

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.